Bem-vindos !

h_haende-sich-reichen-880x316

 

Criei este blog em resposta às inúmeras solicitações que me chegam, ao vivo, através das redes sociais e através do meu grupo de discussão no facebook. Sinto que há um conjunto crescente de pessoas que não se conformam com as condições de vida correntes e vêm que existem outras formas de vida, mais opções, mais criatividade, mais emoção e mais escolhas fora da caixa.

Neste blog partilho ideias, reflexões e análises resultantes de 13 anos de pesquisas e experiências no relacionamento com crianças. Não é um blog duma mãe que está em casa sem nada para fazer e se entretêm a publicar receitas, a descrever as lojas onde gosta de comprar ou a marca das roupinhas que os filhos usam. Não é um blog de opinião gratuita ou julgamentos fáceis e definitivos. É um blog “sem papas na língua”, pois sou apologista da honestidade radical, sem, no entanto pretender ofender. E sou da opinião de que não é útil querer agradar a todos, mas que a mudança só acontece se há quem não tem medo de levantar a voz contra a corrente.

É um blog que causará, com certeza, dissonância cognitiva, pois não se insere nas ideias correntes sobre “vida normal” e educação. Desta forma o blog dirige-se a pessoas que se interessam por aprofundar e analisar assuntos desconhecidos. Pessoas que não rejeitam posturas diferentes, nem reagem de forma agressiva ao desconhecido, mas que tenham gosto em repensar a nossa sociedade e o modo de vida corrente.

Cada vez mais pessoas se confrontam com as limitações que nos são impostas pela educação, a política e a economia, e querem quebrar as correntes desta “trindade sacrossanta” .

Convido-vos então a reflexões, partilhas, inspiração e encorajamento no caminho por perspetivas mais abrangentes e percursos mais individualizados, íntegros e criativos.

Este blog tem como fio condutor a educação, mais propriamente a Parentalidade com Apego (attachment parenting) e o Unschooling, pois estou convicta que as disfunções que experimentamos como sociedade têm o seu fundamento na educação desadequada e desfasada das necessidades emocionais da criança. O attachment parenting e o unschooling são ferramentas para a mudança global.

Penso que, enquanto sociedade, nos temos de libertar dos modelos interiorizados, destrutivos e disfuncionais, que nos foram incutidos através da educação à qual fomos submetidos em casa e na escola. Desta forma, advogo a desescolarização total, que consiste em repensar, questionar e abolir todo o mindset que nos foi impingido por pais e professores e que nos limita no desenvolvimento pleno do nosso potencial humano.

Irei aqui partilhar excertos do meu livro, artigos meus, textos de apresentações para as quais fui convidada como oradora e traduções para português de textos pertinentes.

Bem-vindos aqui, para repensar tudo o que parece normal!